PARA VALORIZAR NOSSO DINHEIRO NA CHURRASCARIA

Os valores cobrados nas churrascarias  são altos. Por isso, devemos ter alguns cuidados para não pagar por alimentos que podemos comprar bem mais barato.

Para comer arroz, feijão, macarrão, pão, banana, abacaxi, etc.. podemos ir ao mercado e comprar para a semana inteira, gastando menos de 20% do que pagariamos na churrascaria pelos mesmos produtos.

Portanto, no buffet, devemos pegar legumes e saladas que normalmente não usamos diariamente. Que no mercado custam mais, normalmente. Também devemos pegar alguns frios: presunto, queijo, salame, etc… para comer enquanto aguardamos as carnes de nosso gosto e de melhor qualidade.

Para beber, melhor pedirmos vinho, cerveja, refrigerante ou água com ou sem gás. Suco não é indicado. Pois, pelo preço de um copo ou jarra de suco de laranja, por exemplo, dá para comprar vários quilos da fruta no mercado.

Quando o garçom passar com o espeto de carne (espeto corrido) não é necessário pegar qualquer carne que nos for oferecida. Costela, maminha, cupim, alcatra, linguiça, frango, etc… são carnes de segunda qualidade ou populares. As melhores são as carnes de primeira qualidade ou carnes nobres: filé mignon, entre côte, picanha, contra filé, etc… O nosso gosto também tem muita influência.

Para escolhermos um bom corte, damos preferência ao primeiro corte. Quando a carne saída da churrasqueira será cortada pela primeira vez. Ela tem a aparência da bochecha de uma criança gordinha. Nesta situação, terá toda suculência e sabor. É melhor pedir para o garçom cortar um pedaço pequeno e comermos, antes de pegar outro. Assim, não ficamos com o prato cheio que acabará esfriando. Quando a carne estiver com a  superfície reta, parecendo a palma da mão, já foi servida, temperada e assada novamente.

Se o lado do espeto que o garçom está nos oferecendo não for do nosso agrado, pedimos para ele girar o espeto. Provavelmente, do outro lado teremos um primeiro corte ou um corte melhor. Se não tiver, dispensamos. Enquanto aguardamos um bom corte, vamos comendo devagar os frios que pegamos no buffet.

Arroz Carreteiro, melhor fazer em casa, com charque ou carne de sol. Na maioria das churrascarias, ele é feito com sobras de churrasco. Picanha com alho, também. Após a picanha sofrer o primeiro, segundo e terceiro corte, estará seca e sem gosto. Então, o assador cobre a carne com alho, aquece e o garçom anuncia aos incautos. Quando não podemos ficar sem comer, mesmo sabendo dos detalhes sórdidos, comamos uma pequena porção. Mais uma vez, respeitando nosso paladar.

Lembremo-nos da sobremesa. Podemos pedir uma composição diferente das sugeridas no cardápio. Algumas churrascaria tem receitas diferentes.  Podemos também escolher coberturas diferentes para as tortas e pudins.

“BON APPETIT!”

Richter Imóveis Consultoria